einfach_card
einfach_card
einfach_card



Atenção Plena na Natureza


Nos mosteiros das florestas tailandesas as palavras "Natureza" e "Verdade" significam uma e a mesma coisa. "A atenção plena, a consciência clara e a compaixão" podem crescer, "quando uma pessoa olha ao espelho colocado diante de si pela floresta." (J. Kornfield)


Hintergrundbild teil 2

É de uma forma de todo simples que a natureza se constitui como um reflexo de nós. Para isso, não é necessário viver na floresta virgem da Tailândia. Trata-se de reaprender a ter uma percepção com todos os sentidos, a familiarizar-se com uma simples folha verde, sentir a sua suavidade, a sua vulnerabilidade, e assim desenvolver simultaneamente uma maior sensibilidade a si própria(o). Trata-se de contactar com o que a natureza nos oferece e, assim, voltar-se a sentir como parte do todo. Simplesmente, estar, atento.


"Um ser humano é parte do todo, a que chamamos universo, uma parte limitada no espaço e no tempo. Experiencia-se a si próprio, aos seus pensamentos e sentimentos como algo separado do mundo, uma ilusão de óptica da sua consciência. Este engano é-nos uma espécie de prisão e reduz-nos às nossas necessidades pessoais e ao amor àqueles, que nos são mais próximos. A nossa função deveria ser a de nos libertarmos desta prisão, alargando o círculo da nossa compaixão a tudo o que está vivo, a toda a natureza na sua beleza.“ (Albert Einstein)



Exercícios de atenção plena ajudam-nos a reconhecê-lo e a prática na natureza pode apoiar este processo interno de libertação.




WanderHerz